Sem categoria

O termo Empoderamento feminino ainda é recente, ele começou a ser mencionado nas primeiras décadas do século XXI.

É visto nos movimentos sociais e fortalece a divulgação dos direitos das mulheres.

Esse tema tem como objetivo mostrar para a população todas as situações de desigualdades que as mulheres estão inseridas e dessa maneira contribuir para igualar os direitos e reduzir os índices de feminicídio e violência que crescem a cada ano em nosso país.

O dia da mulher comemorado 8 de março em todo o mundo, celebra as conquistas sociais, políticas e culturais das mulheres. Esta comemoração também evidência os movimentos em direção à igualdade de direitos em relação aos homens. O avanço nesse sentido e através da adoção de políticas públicas já é observado. Porém, muitos avanços ainda são necessários e um longo caminho precisa ser percorrido em direção a equidade.

Empoderamento feminino: cenário na política

empoderamento femininoAo longo da caminhada política no Brasil, o gênero feminino passou a dispor de direitos políticos a parir de 1932. A partir de então as mulheres tiveram o direito de votar e de serem eleitas.

O reflexo dessa época ainda repercute na atualidade, quando se observa a baixa representatividade das mulheres nas esferas do poder. No atual governo por exemplo, o percentual de mulheres eleitas para a Câmara cresceu de 10% para 15%.

empoderamento feminino

Apesar do baixo percentual ele representa um sútil avanço. Em 1986, ano que foram eleitos parlamentares para a Assembleia Nacional Constituinte, 26 mulheres participaram da elaboração da nova Constituição.

Desde então houve aumento de 115% de representantes do sexo feminino nas últimas sete legislaturas. Foi a partir deste cenário que o Brasil foi o segundo país na América Latina a dar esse importante passo no continente sul-americano, o primeiro país foi o Equador. Esse avanço ocorreu antes de alguns países desenvolvidos como França e Bélgica.

Mercado de Trabalho aliado ao empoderamento feminino

Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que no Brasil as mulheres trabalham em média até três horas a mais do que os homens. Após essa jornada, existem os afazeres domésticos, cujo os quais, consomem mais algumas horas de trabalho diariamente quando comparado aos homens.

https://www.instagram.com/valelaserequipamentosesteticos/

Mesmo que a jornada de trabalho seja mais intensa, as mulheres recebem em média 76,5% do salário pago aos homens na mesma função.

Além da igualdade salarial outras situações de trabalho também são levadas em conta, como o assédio moral e sexual em ambientes de trabalho. Por incrível que pareça aproximadamente 52% das mulheres já foram vítimas dessas condutas, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Esses princípios foram lançados em 2010. Nove anos já se passaram e ainda precisamos evoluir muito nesse quesito, não é mesmo?

https://www12.senado.leg.br/institucional/programas/pro-equidade/pdf/cartilha-assedio-moral-e-sexual-no-trabalho

Afinal, qual é o significado de Empoderamento feminino?

O termo Empoderamento nasceu da língua inglesa “empowerment”, que significa dar poder ou voz à alguém. No brasil, este termo ficou conhecido pelo educar Paulo Freire e posteriormente foi inserido no dicionário Aurélio como: “o ato ou efeito de promover conscientização e tomada de poder de influência de uma pessoa ou grupo social, geralmente para realizar mudanças de ordem social, política, econômica e cultural no contexto que lhe afeta “.

empoderamento feminino

Deve ficar claro que empoderamento feminino é diferente de feminismo.

O Feminismo é em resumo uma ação que prega a ideologia da equidade social, política e   econômica entre os gêneros. Já o Empoderamento feminino prega pela consciência coletiva, expressada por ações para fortalecer as mulheres e desenvolver a equidade de gênero.

O Empoderamento é uma consequência do feminismo, porém, mesmo estando interligados, são movimentos diferentes.

Como o ato de empoderar é tomar poder de si, também é possível fazer o empoderamento de outros grupos sociais, como o empoderamento negro, das mulheres ou até mesmo dos idosos.

Por muitos anos as mulheres foram oprimidas e não tinham consciência de seu próprio poder, eis que surge o empoderamento e as tornam capazes de reconhecer essa força e de fazer mudanças.

A partir da importância das mulheres para o crescimento das economias e para o desenvolvimento humano, a ONU mulheres e o Pacto Global criaram os Princípios de Empoderamento das Mulheres.

Estes princípios englobam um conjunto de considerações que auxiliam a comunidade empresarial a incorporar em seus negócios valores e práticas que proporcionam a equidade de gênero e ao empoderamento de mulheres.

7 Princípios de Empoderamento das mulheres criados pela ONU

  • Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
  • Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.
  • Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
  • Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
  • Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
  • Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
  • Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

http://www.onumulheres.org.br/referencias/principios-de-empoderamento-das-mulheres/.

Esses princípios foram lançados em 2010. Nove anos já se passaram e ainda precisamos evoluir muito nesse quesito, não é mesmo?

O empoderamento está presente no nosso dia a dia, quando uma amiga fala para a outra “Aceite seu corpo, ele é lindo” ou “Você pode viajar sozinha sim, isso vai contribuir para a sua carreira”. Ou está presente em ações, como por exemplo, empresas que começam a seguir uma política interna de equidade entre gêneros e quebra de preconceitos contra as mulheres.

Nós mulheres, não só podemos como devemos aplicar o empoderamento em nossas vidas, basta trabalhar a confiança, se fortalecer, ter ambição e conquistar todos os sonhos traçados.

Vamos conscientizar todas as mulheres sobre o Empoderamento?

A mudança está em cada uma de nós! Leia também um artigo sobre metas para a empresa na estética. 

Siga nossas redes sociais: